Brooklyn — O que o filme não mostrou

Padrão

IMG_0982 (1)

Há um tempo comprei o livro Brooklyn na livraria da Travessa, simplesmente porque gostei do nome e de ser um livro de época. A história é simples, mas a escrita leve e graciosa fez com que eu devorasse o livro ao invés de simplesmente ler. Não lembro se li em 1, 2 ou mais dias, isso não vem ao caso. O importante é que não lembro de sentir o tempo passar através de sua leitura fluida e extremamente envolvente.

Agora com o começo da temporada de premiações de cinema, Tv e música descobri que o livro tinha virado filme e assim que pude corri para assistir a história na telona. O longa é muito bom, talvez não tão envolvente quanto o livro, mas muito bem executado.

Como é de se esperar há diferenças entre as duas versões e escrevi alguns pontos do livro que senti falta quando assisti o filme:

1 – Família

No filme parece que a Eilis só tem a Rose e a Mãe como parte da família, no entanto no livro ela tem outros três irmãos, que moram na Inglaterra. Acho isso muito importante principalmente por causa do final do filme, que não vou falar aqui porque odiaria estragar essa história para alguém.

2 – Trabalho

No trabalho, na loja Bartocci’s, ela não lida direto com a srta. Bartocci, e sim com uma supervisora chamada srta. Fortini, que era bastante dura, mas ao mesmo tempo bem compreensiva. Tanto que quando Eilis conta para a srta. Fortini que foi chamada para ir à praia, a chefe lhe diz que tem uma amiga que trabalha numa loja de roupas de banho que são muito melhores que os da loja em que elas trabalham. Assim, a supervisora avisa que vai receber uns trajes para testes e que Eilis poderia experimentá-los. Nesse momento Eilis de fato é apalpada pela chefe, mas não pela dona da loja como aparece no filme e sim pela supervisora.

A srta. Bartocci aprece em cena no livro em um momento muito difícil para Eilis, que é quando ela recebe as primeiras cartas de casa e fica muito triste. Nessa parte a srta. Fortini repara nos olhos vazios e melancólicos de Eilis e pede para que ela saia da loja e vá para área dos funcionários. Depois de um tempo esperando, a srta. Fortini aparece com um sanduíche para Eilis e em seguida a srta. Bartocci aparece com o padre Flood para conversar com a saudosa irlandesa.

Por que achei isso relevante? Primeiro para dizer que a srta. Bartocci era uma figura de admiração para Eilis, que ela via como um ser superior, mas que quando necessário soube lhe trazer conforto. E em segundo lugar, porque o filme não mostrou a supervisora de Eilis, que foi muito importante para aumentar a confiança dela no trabalho.

3 – Meias de Náilon

As meias de náilon da Bartocci’s realmente são assunto no jantar da pensão, mas isso pouco importa. O que é realmente relevante é que as tais meias da loja são famosas pela qualidade. Quando as pessoas negras começam a frequentar o Brooklyn também o fato não passa desapercebido, com isso a Bartocci’s pretende receber de braços abertos qualquer pessoa de qualquer cor que pretenda entrar na loja e fiquei muito triste do filme não abordar esse tema tão importante até hoje.

Com a chegada dos novos clientes a loja passa a vender meias de variadas cores que combinariam com os diferentes tons de pele, por mais capitalista que isso seja, achei legal a srta. Bartocci se preocupar em diversificar seus produtos para as diferentes tonalidades de pele. Além disso, Eilis como uma boa vendedora e de bastante confiança da srta. Fortini será encarregada, junto com uma outra funcionária, das novas clientes e por isso eu escrevi no item anterior que a supervisora é importante no que diz respeito a auto-confiança da personagem principal.

*Siga em frente com a leitura apenas se você viu o filme ou não se importa com spoliers*

4 – Retorno ao lar

Eilis volta para Irlanda e se envolve com Jim. O que o filme não mostra é que Eilis e Jim já se conheciam e que ele havia desprezado a companhia dela num baile anteriormente; isso deixou Eilis magoada e irritada. Depois de sua temporada na América, Eilis volta deslumbrante e super confiante para sua terra natal, o que desperta a curiosidade de todos, inclusive de Jim. Acho que num primeiro momento Eilis se deixa levar pela sedução de Jim devido a uma questão de ego, ele que antes havia desdenhado de sua companhia agora olhava para ela cheio de desejo. Depois creio que ela realmente se envolveu com ele. A gente perdoa Jim pelo mal comportamento com Eilis no começo do livro quando descobrimos que naquele momento ele tinha acabado de perder a noiva com quem havia sonhado em se casar.

Ao ser abordada pela srta. Kelly, que é bem pior no livro, infelizmente a Eilis literária não é tão confiante quanto a Eilis cinematográfica. Ela sai da casa da antiga chefe correndo e remarca sua volta para os Estados Unidos. O diálogo entre mãe e filha é bem parecido em ambas versões, mas a despedida de Jim não. No filme Eilis deixa uma carta para o suposto amante, no livro ela vai embora sem dizer nada, mas ela cogita sim contar para ele sobre Tony e conseguir apoio em relação a um possível divórcio, isso nos mostra uma Eilis realmente apaixonada pelo irlandês e não apenas brincando com os sentimentos dele.

No entanto o filme nos dá um final mais fechado, mostra Eilis feliz ao retornar para seu italiano enquanto o livro termina com ela sentada no trem começando sua jornada de volta e apenas imaginando como seria a reação de Jim ao saber que ela foi embora. Eu, particularmente, gosto muito do Tony e gostei de vê-los juntos novamente no final do filme.

brooklyn-bridge-105079_1920

Anúncios

»

  1. Oi, tudo bem?
    Vi recentemente o trailer do filme Brooklyn e confesso que nem sabia que era baseado em um livro.
    Achei a história bem interessante e fiquei muito interessada em ver o filme.
    Adorei conhecer as diferenças entre o livro e o longa, é normal em adaptações mudarem algumas coisas, mas de todo jeito é uma pena quando personagens ou momentos importantes são deixados de fora da trama.
    Pretendo ver o filme em breve e espero gostar.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá, eu não conhecia nem o filme e nem o livro mas sua visão de ambos me deixou curiosa para conferir os dois. Sou fascinada por livros e filmes com essa temática e gostei muito do enredo desse livro/filme. Eu sempre prefiro os livros e acredito que o final do livro (pelo que você falou) tenha sido da maneira como o autor quis que fosse mesmo, pra deixar a imaginação do leitor se aflorar. Já o filme, acho que tenha ficado interessante também o fato de não ter ficado apenas na imaginação dele e ter de fato voltado. Mas acho que quem leu primeiro não vai gostar dessa mudança e das outras que você falou

    Curtido por 1 pessoa

  3. Eu não conheço nem o livro e nem p filme então fica difícil eu ter uma opinião sobre suas comparações. Mas as adaptações são sempre assim mesmo. A gente acaba sempre sentindo falta de uma parte do livro que achamos essencial que estivesse no filme. :/
    Bj

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oie Tudo bom ??

    Eu não conhecia nem o filme, e muito menos que era baseado em um livro. huhuh
    Falha minha… vou dar uma olhada no trailer.
    Quando tem filme, é imprescindível não comparar com o livros, mas como é adaptação, sempre tem as suas diferenças, nunca é como queremos né…as vezes vemos alguns pontos que consideramos importantes e o diretor não vê.. mas faz parte!!!

    =)

    Bjks

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá.
    Eu não conhecia o livro e nem o filme.
    Nunca me interessaria em ler o livro se antes não tivesse lido sua resenha.
    Realmente me empolguei com sua empolgação kkkkkk bom saber que a leitura é bem fluida e que você devorou o livro em um ou dois dias. Isso realmente me deixou na expectativa. Eu costumo ler primeiro o livro e depois assistir o filme, mas vou correr e dar uma conferida no trailer, pois fiquei realmente bem curiosa.
    Pulei a parte do spoiler kkkk

    Curtido por 1 pessoa

  6. Não sabia que o filme era baseado em um livro e como ainda não assisti, quero ler o livro primeiro. Bom, não resisti e me aventurei nos spoilers, mas ainda assim, estou curiosa para conferir os dois.
    A foto que você colocou d aponte está incrivelmente diva, adorei!!!

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oie!
    Faz pouco tempo que recebi a indicação do filme, mas desconhecia de que era baseado em um livro. Vou procurar o livro para ler antes do filmes, assim tenho mais detalhes. Pelo que posso notar, vou gostar muito dessa história.
    Bjks!

    Histórias sem Fim

    Curtir

  8. Oi,
    Não conhecia o livro e nem tinha ouvido falar desse filme até agora. Achei a premissa bem interessante, acho que caso tivesse a oportunidade faria essa leitura com certeza.
    Beijos

    Curtir

  9. Olá!

    Não conhecia o filme e nem o livro. E lendo sua opinião, não é um gênero que me agrade. Mas, quem sabe se eu lesse não acabasse gostando, né?
    Acho que é mais fácil, assisti o filme do que ler o livro, porque o pouco que sei sobre o livro não me cativou.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  10. Olá,
    Confesso que não conhecia o livro e nem o filme. Mas lendo sua resenha, achei super interessante e eu amo história de época, fico imaginando e viajando.
    Sua empolgação foi contagiante. Normalmente leio o livro e depois o filme, mas vou mudar essa ordem rsrs.
    Normal o filme não seguir a risca tudo que fala no livro, nós leitores queremos tudo igualzinho rsrs
    beijos
    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  11. Oi!
    Eu ainda não vi o filme, mas pretendo ver antes da premiação do Oscar. A coisa mais linda que eu vi, foi duas senhoras indo assistir ele, o que me deixou bem empolgada. Vamos lá… O livro tem uma premissa que me chama muito a atenção. Eu amo histórias de época e a protagonista me cativou demais pelo o que andei lendo. Eu espero lê-lo também, mas só vou fazê-lo depois do filme, infelizmente. Gostei dos pontos que destacou, já vou mais atenta quando assistir! 😀

    Anelise Besson

    Curtido por 1 pessoa

  12. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, e muito menos o filme. Bom, acho que não existe nenhum filme que tenha sido, em todo, fiel ao livro, né? Eu até cansei de tentar comparar já, pois parece que nas adaptações eles tiram partes importantíssimas dos livros, e isso sempre me deixou um pouco revoltada, mas agora tento não ficar comparando muito.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  13. Nunca ouvi falar nem no livro e nem no filme. rs Geralmente eu prefiro assistir os filmes primeiro e depois ler o livro. Porque pensa, na maioria das vezes, os livros são melhores que os filmes, daí, quando vemos o filme depois de ter lido o livro, acabamos nos decepcionando.
    Eu faço o contrário, assisto o filme e acabo gostando dele, aí quando leio o livro, me surpreendo. ahahaha é uma forma de gostar dos dois.

    paradonaestante.blogspot.com.br
    facebook.com/paradonaestante

    Curtido por 1 pessoa

  14. oi!!

    Não conheço essa obra, mas cada dia venho me surpreendendo por esse universo literário tão infinito! Raramente o livro e o filme são iguais, o importante é que você ainda conseguiu identificar cenas bem próximas da descrição do exemplar. Vou ver se acho esse filme na Netflix ou online, beijos e até a próxima resenha.

    Curtido por 1 pessoa

  15. Olá, tudo bem??

    Só conhecia o filme por ouvir falar, mas não tinha nem ideia de que era baseado em um livro, e também não sabia sobre o que se tratava… Gostei bastante do enredo! E é impossível não comparar o livro com o filme né?! Sempre encontramos algum detalhe que foi retirado e que nós sentimos falta :/
    Gostei das indicações! Acho que vou procurar ver o filme, no momento já estou com muitas leituras acumuladas hehe

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

  16. As adaptações sempre trazem essas divergências com o livro,
    eu até entendo não ser viável a produção de um filme totalmente fiel ao livro, mas eles poderiam pelo menos fazer um esforcinho para poder manter certos detalhes relevantes para a história. Apesar de não conhecer o livro/filme e não ter me interessado muito, gostei basante do post, achei super bacana você ressaltar fatos relevantes que não aparecem no filme.

    Curtido por 1 pessoa

  17. Oii!

    Eu não conhecia esse livro nem ao filme mas eu confesso que não sei se ficaria tão animada ao ler/assistir. Na verdade a temática é bem interessante e é normal muitos deles ao serem adaptados perderem vários trechos! É chato pra caramba mas eu já estou acostumada.
    Gostei de ver esses pontos abordados *-*

    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

  18. Olá!

    Achei bem legal você fazer um post comparando o livro e o filme, não vejo muito desses por ai. Vendo o que você escreveu sobre, acho que eu também sentiria falta no filme dessas coisas importante que tem no livro como a diversificação da loja para atender a todos independente da cor. E de fato não citar o resto da família dela pode ter sido mesmo um pecado. Não conhecia SSE livro/filme antes, obrigada por apresenta-lo.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    Curtido por 1 pessoa

  19. Eu não conhecia a obra e achei muito interessantes as observações que você colocou até o ponto que eu podia ler. Acho uma pena quando o filme muda tanto da obra, a ponto de esquecer completamente de incluir personagens ou de mostrar momentos mais profundos como situações completamente superficiais, mas faz parte.
    Parabéns pela resenha.

    Curtido por 1 pessoa

  20. Oi!
    Não conhecia o livro e nem o filme, mas vou procurar me informar mais porque achei a temática bem interessante.
    Gostei do seu post ressaltando as coisas que faltaram no filme, isso é muito triste pois as vezes eles cortam as partes mais importantes para o leitor, aquelas que dão a profundidade da obra, que te fazem entender certos aspectos e apaixonar pelo livro, e dai não acontece o mesmo sentimento com o filme.

    http://www.gordinhaassumida.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  21. Oiii
    Nunca vi o filme ou o livro.
    Filmes que mudam a obra são os piores,eles me passam um ar de falso.
    Acho que eu leria o livro.
    Você ressaltou pontos curiosos.
    Gostei muito.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s