Falando sobre As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender

Padrão

IMG_0915

“A felicidade tinha um aroma picante como os mais azedos limões e limas. Os corações partidos tinham um cheiro surpreendentemente doce. A tristeza preenchia o ar com uma fragrância salgada, que lembrava as águas do mar; a morte exalava o mesmo cheiro da tristeza. As pessoas carregavam consigo as próprias e singulares fragrâncias.”

Coloquei essa citação antes de começar o texto para mostrar o lirismo que te espera. As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender é lindo, uma expressão perfeita do realismo fantástico, de poesia em prosa e amores reais, imperfeitos como as pessoas são.

Quando terminei a obra e ela me deu insônia, uma inquietação boa de final de livro que conquista a gente. Por isso, com um desejo enorme de ir além do ponto final, fui pesquisar sobre o texto e fiz essa busca em inglês — não sei porque. Então percebi um abismo entre os meus sentimentos e o daquelas pessoas que tinham lido o original. Que o livro é um primor, isso é unânime nas duas línguas. Mas a inquietação final se afastava em sentimento e isso me deixou em cólicas. Comprei o livro em inglês e formato digital na Amazon, — estava bem baratinho e valia o resto da minha noite de sono quase toda perdida — reli os últimos capítulos no idioma original e, a meu ver, há sim uma grande perda de conteúdo. Acho que seria perfeito se a editora Novo Conceito revisasse o texto e desse um novo gás publicitário para a publicação, porque o livro vale muito a pena.

Continuando minhas pesquisas passei a ler resenhas em nosso belo português e queria dizer que algumas pessoas não entenderam o livro. Longe de mim querer dar aula de interpretação, o livro é confuso e precisei de tempo para digerir a leitura. Mas no que eu posso ajudar, ajudarei e por isso vou tentar elucidar algumas questões.

“Segundo as enfermeiras de plantão, momentos depois que cheguei ao mundo abri os olhos e apontei um dedo mindinho na direção da luz. Foi um feito admirável, considerando que primeiro precisei estender um par de asas pintadas que cresciam da ponta de meus ombros.”

—Ava era uma menina com asas?
— Sim.

— Ela era um anjo?
— Não.

— O que as asas significam então?
— Bem, é isso que ela quer saber e por isso conta a sua história desde sua bisavó.

— Ah, As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender não é apenas sobre as mágoas de Ava?
— Não, sua avó e mãe são muito importantes para a história.

Para quem não entendeu o livro explica: Ava é a gloriosa reencarnação de toda mulher já amada. Além disso, para a avó ela era a lembrança diária dos amores perdidos. Percebo que mesmo fora do livro somos nossas mães, avós e bisavós, ou qualquer outra pessoa que tenha nos criado dessa forma. Somos o que uma pessoa passou para a outra, somos história, somos um ponto de vista. Cada “não” que ouvimos de nossos tutores possui uma vivência por trás, uma proibição feita de medo, restrição da experiência.

— Mas e o Final?
— Para entender o final releia o prólogo, a resposta da sua dúvida está lá.

spring-648481_1920

Anúncios

»

  1. Oi, tudo bem?
    A capa desse livro me chama atenção, mas eu nem faço muita ideia do que se trata.
    Interessante você ter lido a versão Inglês e ter percebido o quanto foi perdido na tradução, o que é uma pena.
    Espero que a editora mude isso nas próximas edições desse livro e que tome mais cuidado em todos os lançamentos para que a tradução fique o mais fiel possível.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ai, que lindo, Nana! Eu já tinha visto esse livro, acho que foi até em um encontro da NC, mas não sei porque não dei muita atenção a ele. E não é novidade que quando um livro é traduzido alguma parte do conteúdo se perde, mas não custa nada refazer a tradução pra diminuir essa diferença, porque pelo o que eu entendi não foi pouco conteúdo perdido nesse livro.

    Bjin
    http://www.ummetroemeiodelivros.com

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá
    Caramba que quote incrível foi esse em? Rsts eu infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler a obra, espero poder mudar isso esse ano, já que o mesmo foi tão bem criticado pelos blogueiros que leio (e assisto) Espero não me desepcionar. E essa última frase do post que diz pra reler o prólogo e você intender ar tudo, nossa me deixou super curioso rsrs
    Abçs

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá, eu não conhecia o livro e na verdade acho que não vi muito sobre ele. Mas pelo que vi no seu post o livro traz ensinamentos para quem estiver disposto a entender e se ambientar com o enredo. Achei interessante você ter buscado o livro em inglês e ter percebido a perca de conteúdo na tradução. Ao meu ver, esse ainda é um dos grandes erros das editoras. Não gostei da capa e não sei se leria o livro, preciso saber mais sobre ele para ver se vou querer ler ou não

    Curtido por 1 pessoa

  5. Oiiiiii sempre achei a capa desse livro maravilhoso, adoro penas rsrsrsrrs
    Ele sempre despertou meu interesse em lê-lo, mas por saber que ele é um pouco mais complexo sempre acabo deixando ele passar.
    Ele esta nas minhas metas de leituras =)

    Bjos

    Curtido por 1 pessoa

  6. Apesar de me parecer um belo livro pela sua resenha e suas considerações, eu não costumo ter muita paciência com leituras desse gênero onde a história flui muito de forma poética e lírica. Sempre que tentei ler um livro assim acabei não concluindo a leitura. Gosto de coisas com mais ação.
    Vou aguardar as próximas dicas.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    Curtido por 1 pessoa

  7. Só o nome dessa obra é uma poesia.
    Eu adoro livros assim, sempre me encantam, sempre sugam todas minhas energias de tanto que eu me entrego. Eu não conhecia essa história, essa obra e fiquei muito instigada a ler. Você conseguiu me conquistar com a citação. Haha. Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

  8. Achei a capa bem singela e eu leria apenas pela capa porque realmente achei bem bonita. Acho muito interessante quando lemos o livro no original e temos a oportunidade de conferir a tradução e lamentamos pela perda que o livro sempre tem. Realmente em alguns caso, é bem frustrante. Espero conferir e apreciar em breve.
    beijos

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olá tudo bem,
    Primeiro a capa, apesar de ser simples me chamou a atenção, acho que uma capa não precisa ser a melhor de todas, afinal não adianta isso se a história foi um lixo…
    Apesar disto a premissa não me atraiu muito, o que é uma pena, quem sabe na próxima?

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  10. Olá!
    Me lembro de ter visto o livro, mas nunca tinha me preocupado em saber mais sobre ele, o que me leva a crer que eu deveria ter conhecido essa história muito antes, pois acho que tem tudo para me agradar.
    É lamentável a perda de conteúdo que a tradução tenha ocasionado, que bom que você conseguiu ler a versão original e pôde assim fechar a leitura com chave de ouro.
    Achei legal você esclarecer alguns pontos para quem talvez não tenha entendido a leitura.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    Curtido por 1 pessoa

  11. Olá!

    Já o conhecia, mas essa é a primeira resenha que leio. Caramba, se a leitura é forte assim, então só o lerei depois de terminar minhas pendências, pois quero mergulhar na obra e entender a mensagem que ele transmite.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

  12. Olá!

    Já li esse livro e adorei *—–*
    Muito diferente das leituras que fiz na época em que li. Me encantei demais, e a escrita da autora foi muito cativante. Realmente, achei o início meio confuso, acredito que isso aconteceu, porque eu não esperava pela parte fantástica da estória, porém assim que me acostumei a leitura fluiu muito rapidamente, o final foi de cortar o coração, chorei!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

  13. Hello! Tudo bem?

    Não conhecia o livro As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender, mas logo de cara adorei a capa!
    Eu sempre acho que a gente perde um pouco na tradução e vejo que o livro realmente te pegou, a ponto de comprar em ingles tb e ler logo para ver o quao profundo é a historia.
    Depois de tantos elogios, com certeza vou ler.
    Beijos!

    LIVROS E SUSHI – https://livrosesushi.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

  14. Olá, tudo bom?

    Ainda não li essa obra, mas depois desse post fiquei com vontade de saber um pouco mais. Eu já havia lido algumas resenhas negativas que me desestimularam a leitura, por isso nem me dei ao trabalho de saber mais. Porém fico feliz de saber que foi só por conta de uma má interpretação!

    Post adorável e que desperta mais a curiosidade sobre o livro. Obrigada pela dica.

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  15. Oii, tudo bem?
    Eu sempre gostei no nome desse livro e a capa também é linda. E adorei o seu post falando sobre o livro, ele só aumentou a minha curiosidade para com o livro, e pode ter certeza de que eu vou conferir o livro.

    Curtido por 1 pessoa

  16. Olá! Não conhecia esse livro e fiquei bem curiosa para descobrir esse mistério. Realmente é intrigante saber que a garota tem asas e não ser um anjo e mil coisas passaram na minha cabeça rsrs. Achei interessante a premissa dele e acho que vou gostar. beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  17. Oi

    eu considero que quando terminamos um livro e temos insônia por causa do mesmo…isso é bom…aqueles livros que esquecemos imediatamente e não nos marcaram de forma alguma não tem graça…

    não conhecia esse livro e o achei bem curioso sabe….

    adorei a tua resenha e as citações….

    bjs

    Curtido por 1 pessoa

  18. Que pena que na tradução houve perda de conteúdo… não tenho condições de ler o original, principalmente por toda essa complexidade que parece estar presente. O que já li de realismo fantástico não me agradou, e não sei se esse lirismo vai me fazer gostar ou odiar, mas como tenho meu exemplar vou fazer uma experiência e começar a ler mesmo assim.

    Beijo!

    Ju – Entre Palcos e Livros

    Curtir

  19. Oi, Mariana
    Pulei algumas partes da sua resenha porque não li esse livro ainda e pretendo mergulhar nele sabendo o mínimo possível. Mas, realmente a narrativa da autora parece ser incrível. Gosto de livros assim, bem líricos e com uma escrita bonita e repleta de metáforas.
    Pelo o que eu entendi, esse parece ser um daqueles livros que cada um interpretará de um jeito.

    Beijo,
    João Victor – De cabeça para baixo | All POP Stuff

    Curtido por 1 pessoa

  20. Uou, fiquei curiosa só pelo fato de você ter dito que as pessoas não estão entendendo o livro. Definitivamente pretendo procurar por ele para tirar a minha dúvida básica de “por que não estão entendendo?”.
    Agradeço suas dicas para compreensão, com relação às duas últimas linhas da resenhas, principalmente. Com certeza prestarei muito mais atenção ao prólogo tendo esta informação.

    Curtido por 1 pessoa

  21. Olá… tudo bem??
    Não conhecia o livro, mas também esse tipo de leitura não me chama atenção… adoro interpretar textos, mas somente os da faculdade rs… Eu sei parece doido para quem ama a leitura, mas sei lá eu simplesmente separo tudo. Bom eu curti a forma que encontrou de ajudar as pessoas a entenderem do que se trata o livro, acredito que pelo pouco que li ficaria bem confusa… e isso ajuda muito… gostei da parte que a menina tem asa, mas não é anjo e que ela é o resumo de que foi a mãe e suas antepassadas e se pararmos para pensar é bem isso… Xero!!

    http://www.minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  22. Oieee
    Nossa… Pelo que você escreveu é um livro que precisa mesmo de muita atenção.
    Fiquei impressionada com sua dedicação de buscar o livro no idioma original e tentar entender e completar as lacunas.
    Muitas vezes na tradução perdemos muito conteúdo mesmo, isso é uma pena.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  23. Olá, que maneira incrível que colocou seu ponto de vista, adoro livros que misturam poesia e questões filosóficas e intercala com uma dose de fantasia, me corrija se estiver enganada, mas me pareceu ser o caso dessa obra específica.
    Eu li um livro assim faz alguns dias, se chama Minha Querida Sputnik de um autor Japonês e tive esse mesmo sentimento insone e conflitante.
    parabéns pela resenha.
    beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s