Justificativa aos leitores

Padrão

IMG_0678

Como eu escrevi — até um pouco demais — na resenha sobre O Encontro Marcado, o livro é divido em duas partes, no título de cada já temos um pouco da ideia do que está por vir. Porém não é sobre isso que quero falar hoje. A questão é: me perdoem se me excedi e contei demais da história. Fiz isso apenas porque amo muito esse livro e talvez para quem leu a resenha isso não ficou claro.

Fiz um texto que excede em informação, mas que peca em sentimento. Falei além da conta o que acontece no livro e não disse o motivo de tal esbórnia.

Na verdade quando o li pela primeira vez fiquei — e muito — angustiada. Assim como Eduardo, eu sonhava em ser escritora, mas falhava em escrever qualquer coisa. O único texto que eu havia escrito até dado momento se chamou Carta ao Vizinho —um dia o publico aqui no blog. Mas naquela época conseguir escrever era um sonho e uma luta, assim como para o personagem.

Além dessa identificação de frustração, o livro me ganha a cada palavra dita, trechos dessa obra que anotei num caderno para guardar para sempre. Na resenha eu falei demais? Sim! Pequei em passar meus sentimentos? Também. Mas nem tudo está perdido, quem ler o livro todo vai se deparar com passagens maravilhosas como a que me conquistou de primeira:

“Sentaram-se no banco e se calaram, tentando entender o silêncio. As palavras tinham um sentido além delas mesmas. O silêncio seria, sempre, o único meio de entendimento perfeito”.

Vários outros lirismos aparecem ao longo do livro e são sedutores, te fazem reler a passagem e querer tatuar na pele para guardar sempre ali, no alcance de uma saudade.

Como por exemplo:

“Seu erro fundamental é lembrar em vez de recordar. Há uma diferença entre lembrar e recordar; recordar é reviver, lembrar é apenas saber. O que é recordado fica, o que é lembrado é também esquecido”.

Depois que li essa passagem, tudo que acontece e me deixa feliz eu fecho os olhos, respiro aquilo e tento guardar a recordação, justamente porque eu não quero só lembrar, quero reviver. Às vezes antes de dormir fico reimaginando algo que aconteceu, assim acredito que sou especial, que recordo e não apenas lembro. Fora que todo mundo quer ser especial, em alguns momentos só para uma pessoa específica, em outros há uma vontade de se sentir diferente de todos. Seja como for, recordando e não apenas lembrando é minha maneira de me sentir assim.

Para quem não se identificar com o personagem, tudo bem, não é necessário isso para que um livro seja bom. Mas saiba que ele guarda angústia, felicidade, medo e muita poesia em suas páginas. Seja você alguém que almeje ser escritor, ou apenas um leitor com vontade de assimilar textos incríveis. Esse é O livro.

IMG_0679

Anúncios

»

  1. Oi Mariana,

    deveria dizer coleguinha, mesmo odiando o termo. Também sou jornalista e não consigo largar essa cachaça.

    Não conhecia esse livro. É do Sabino? Nossa, li tanta coisa dele e nunca vi esse… vivendo e aprendendo.

    Talvez um dia ele me convide para uma leitura, estou em um momento de leveza, lúdico. Leituras angustiantes que tirem meu chão estão proibidas rsrsrsrs

    Bel Góes – http://conchegohot.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa, que texto fofo. Muito sentimento envolvido. Me identifiquei em algumas partes do texto. Eu ainda não conheço esse livro mas do jeito que você falou dele me deixou super curiosa. E sobre o “falar demais” sobre o livro, quem consegue falar pouco quando o assunto é seu livro favorito não é mesmo?! Ótimo post
    Abraços, Ilau.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Não se preocupe com comentários que não deveriam ter sido feitos, faz parte quando gostamos muito de um livro, ou seja o que for, falarmos um pouco alem da conta, não se preocupe, ainda tem pessoas que gostam de Spoilers (como eu rsrs)

    Beijinhos
    Books And Carpe Diem

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi, tudo bem?
    Confesso que fiquei um pouco perdida com esse seu post, mas depois fui entendendo.
    Acho que você não tem de que se desculpar! As vezes um livro mexe tanto conosco que nos excede as palavras mesmo!
    Acho que isso já aconteceu com todo mundo amante de uma boa leitura, quando tem pela frente a resenha de um livro maravilhoso.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    Curtir

  5. Olha não ligue para tais comentários desse tipo, pois quando gostamos tanto de um livro, já queremos sair falando tudo e pra todos. Não é mesmo? Rsrsrs também sou dessas. Não conhecia esse livro, e pelo jeito que você contou, não tem como ser ruim.

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  6. OI!

    Creio quem a criticou pelos spoiler infelizmente não tem muito o hábito de escrever, pois dependendo do livro ou mesmo das circunstância é impossível não se animar e narrar alguns acontecimentos. Respire e siga, pois têm livros que nos impactam tanto que o sentimento acaba sendo contagiante e até a vírgula acrescenta algo em nossa existência medíocre.

    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oi.

    Ainda não conhecia o livro, achei seu texto muito bom, mas infelizmente não me despertou o interesse pela leitura, posso estar me precipitando em não gostar sem nem ter lido, mas no momento não seria minha escolha de livro.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Oieee
    Olha… Às vezes quando escrevo resenha e estou muito empolgada eu acabo esquecendo de colocar algumas coisas também e escrevo demais sobre outras, acontece rs.
    O livro deve ser mesmo muito bom para te causar todos esses sentimentos e isso me faz querer ler esse livro.
    Parabéns por conseguir passar tão bem o que sente.
    Sobre escrever, bem… é mesmo uma arte, né? Eu amo escrever e tenho várias histórias não publicadas escritas no meu note, tenho outras que estão pela metade, outras rascunhadas, outras só no roteiro. Enfim… Só me falta a coragem de terminar uma que eu ache que vale realmente a pena correr atrás de publicar rs.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olá!
    Sei o quanto é difícil escrever sobre um livro que mexe tanto com a gente. Eu mesma preciso me policiar para não falar de mais. Mas não se culpe, nem se desculpe por isso, o importante foi que você conseguiu transmitir os sentimentos que a leitura despertou em você. Parabéns, não é todo mundo que consegue isso.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    Curtido por 1 pessoa

  10. Oiee ^^
    Livros muito bons acabam nos deixando eufóricas para compartilhar as histórias com os outros, né? Acho que já tinha ouvido falar de “O encontro marcado”, mas não sabia como era a história dele. Saber que as frases são tão incríveis que dá vontade de tatuar , anotar num caderno e nunca esquecer me deixou curiosa para ler. Adoro histórias que marcam quem lê, sabe? Fiquei animada para ler esse livro, espero gostar tanto quanto você 🙂
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/novidades-de-janeiro-josy-stoque.html

    Curtido por 1 pessoa

  11. Oie!
    Eu tenho uma dificuldade em escrever uma resenha quando gosto muito de um livro, acabam faltando palavras para escrever o meu texto. Quanto ao livro apresentado, eu não conhecia essa publicação, e não sei se vou ler por enquanto, mas vou deixar anotado para conferir futuramente.
    Bjs!
    http://www.historias-semfim.com/

    Curtido por 1 pessoa

  12. Não consigo saber de qual livro você está falando pelo fato de não o ter lido, então não tenho o mesmo sentimento que você, mas de forma alguma se desculpe por algo que escreveu demais, isso só mostra o fato de que realmente amou a obra, a não ser que você realmente tenha contado a história e ela tenha perdido o sentido com spoilers, do mais, isto é amor pela literatura.

    Curtido por 1 pessoa

  13. Olá, eu não li o seu primeiro post mas consegui entender o quanto você gostou do livro e o quanto ele te tocou. Acho maravilhoso quando uma obra literária mexe dessa forma com a gente. Não tem nem o que desculpar, tem mais é que falar a sua opinião. Infelizmente, o livro não gerou interesse em mim, mas é porque não estou acostumada com esse tipo de leitura.

    Curtido por 1 pessoa

  14. Saudações literárias! Não conhecia o livro e me deixou curioso em ler a resenha, quem sabe eu não acabe colocando na lista dos desejados hehehe. Mas seu texto ficou top, e compartilho do sentimento de quando costamos muito de um livro. By Livreando

    Curtido por 1 pessoa

  15. Oiee

    Eu quando leio um livro que me deixa super empolgada também fico numa euforia que preciso por tudo compartilhar, então acho que vc não precisa se desculpar por nada.
    Eu adoro o Fernando, esse livro ainda não li mas está entre minhas próximas leituras.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  16. Oiee!!
    Não conhecia a obra, e fiquei bem interessada, as vezes também fico frustrada por querer escrever e não conseguir, meu Tcc esta sendo uma luta!!
    Acho que vai super interessante acompanhar essa luta diária de alguém que anseia por algo, mas sempre acaba frustrado por não conseguir!!
    Pretendo ler com certeza!!
    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

  17. Olá… tudo bem??
    Eu não conhecia o livro… e também não cheguei a ler a sua resenha sobre ele… eu acho que quando você gosta muito de algo que leu deve expor seus sentimentos, embora a resenha fique um pouco longa… mas pelo menor você disse o que sentiu.. acho que se não contar spoiler que prejudique a leitura do outro… você pode sim falar um pouco do enredo…
    Eu adorei os quotes… realmente são de refletir, principalmente o segundo e eu jamais havia pensado sob essa perspectiva… Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  18. Sei bem como é isso, quando a gente gosta muito de algo é comum se empolgar e ir um pouco além no post. Mas não se preocupe, o importante é você passou a informação e o seus sentimentos em relação a leitura. eu não conhecia o livro, mas as suas impressões me fizeram desejar loucamente lê-lo. Então, acho que você cumpriu bem o seu propósito.

    ;D
    Profissão: Leitora

    Curtido por 1 pessoa

  19. Oi, flor!
    Gostei muito de você ter trazido aos leitores uma perspectiva complementar sobre o livro do Sabino. Eu me interessei por lê-lo ao entender por que você se empolgou tanto com a obra, sua estrutura e qualidade. Pode crer que, ao invés de parecer uma fragilidade, você conseguiu apenas empolgar novos leitores a conhecer o livro.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s