Por que reler Harry Potter?

Padrão

IMG_0583

Esses dias resolvi reler Harry Potter e a Pedra Filosofal, não sei se a vontade teve a ver inconscientemente com a perda de Alan Rickman, mas mesmo assim cedi aos meus impulsos. Revendo o que há tempos não lia e que estava na minha memória apenas por causa dos filmes, reencontrei o velho arrepio, a felicidade e a saudade. Então listo aqui 7 motivos para aguçar sua vontade de reler também.

0.A nova edição linda, muito bem trabalhada nos detalhes e nas ilustrações (e além disso se você botar lado a lado na estante as lombadas formam a imagem de Hogwarts).

IMG_0584

1. Dumbledore falando da cicatriz no joelho esquerdo dele.

“Mesmo que pudesse, eu não o faria. As cicatrizes podem vir a ser úteis. Tenho uma no joelho esquerdo que é um mapa perfeito do metrô de Londres.”

2. O arrepio que dá ao ler sobre o menino que sobreviveu.

“nesse mesmo instante, havia pessoas se reunindo em segredo em todo o país que erguiam os copos e diziam: — A Harry Potter: o menino que sobreviveu!”

3. Tio Válter ameaçado com um guarda-chuvas rosa.

“Ameaçado de ser furado pela ponta de um guarda-chuva por um gigante barbudo, a coragem de tio Válter fraquejou outra vez;”

4. Depois de encontrar Hagrid, Potter volta para viver com os Dursley por mais um mês antes das aulas começarem e nesse tempo vemos um Duda com medo de seu primo e ainda com o rabo de porco.

“—Vamos ter que levar Duda ao hospital — rosnou tio Válter — precisamos mandar cortar aquele rabo vermelho antes de mandá-lo para Smeltings.”

5. O fantasma Pirraça (eu não lembrava mesmo dele).

“— Não digo nada se você não ‘pedir por favor’— disse Pirraça na cantilena irritante com que falava
— Está bem, por favor
— Nada! Ha haaa! Eu disse a você que não dizia nada se você não pedisse por favor! Ha ha! Haaaaaa! — E ouviram Pirraça voar rápido para longe e Filch xingar com raiva.”

6. Hagrid se achando a mamãe pata com um dragão.

“— Decidi chamá-lo de Norberto — anunciou Hagrid, olhando para o dragão com olhos sonhadores. — Ele realmente sabe quem eu sou, olhem. Noberto! Norberto! Onde está a mamãe?”

7. Porque é monstruoso matar unicórnios e pensei, ao ler a descrição, que não só eles, mas é monstruoso qualquer maldade com qualquer animal.

“— Porque é uma coisa monstruosa matar um unicórnio. Só alguém que não tem nada a perder e tudo a ganhar cometeria um crime desses. O Sangue de unicórnio mantém a pessoa viva, mesmo quando ela está à beira da morte, mas a um preço terrível. Ela matou algo puro e indefeso para se salvar e só terá uma semivida, uma vida amaldiçoada, do momento que o sangue lhe tocar os lábios.”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s