Ela

Padrão
IMG_6069
Na cadeira do computador ela subiu 
O objetivo era atingir cada vez mais alto
E como em muitos momentos da vida ela sucumbiu
Estatelada no chão perdeu o ar

Dessa vez não era o peso de sua alma que lhe impedia de respirar
As costelas quebradas perfuraram seu pulmão
Uma dor finalmente palpável que lhe sossegou o coração
Paralisada no chão fitava o teto
Sempre quis a casa como aquele ambiente quieto
Sozinha agora não tinha ninguém para lhe socorrer
E tudo que pensava era em como iria morrer

No entanto os ossos dilacerados eram só uma representação
Daqueles pensamentos que se tornaram uma auto prisão
Começou a pensar em tudo que já tinha passado
Na chance de mudar aquilo no que havia se transformado
Costela por costela
Passo por passo
Demolir para reconstruir
Anúncios

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s